Conheça as 10 bibliotecas móveis mais criativas

Um livro abre as portas para a imaginação! Então, por que logo a biblioteca também não pode entrar na fantasia e se reinventar para os leitores de todo o mundo? Ou ainda, já imaginou usar meios pouco convencionais para levar a leitura às partes mais remotas do planeta, onde as pessoas dificilmente terão acesso aos livros?

Pensando nisso, e relembrando alguns projetos de incentivo à leitura, o Vai Lendo fez uma lista com algumas ideias de bibliotecas móveis que servem de inspiração para todos nós compartilharmos estas iniciativas e ajudarmos a divulgar e a promover a leitura em todos os cantos e para todos os leitores.

Esperamos que gostem (e, por que não, se inspirem!). =)

 

1) Biblioteca no Tanque de Guerra (Buenos Aires, Argentina)

Biblioteca Móvel em Formato de Tanque de Guerra / Divulgação

Biblioteca Móvel em Formato de Tanque de Guerra / Divulgação

Para o artista Ral Lemesoff, estimular a prática da leitura é uma verdadeira missão de guerra. Assim, ele transformou um veículo que, durante a ditadura argentina, servia para causar medo à população em um meio de levar o conhecimento e a liberdade. A Biblioteca no Tanque de Guerra chama a atenção de quem passa pelas ruas de Buenos Aires (também, é um tanto inusitado, certo?) e possibilita que mais pessoas tenham acesso aos livros, de graça, ainda que muitas se assustem com o tamanho do tanque.

Em 2014, o Vai Lendo foi à Argentina em busca desta “arma” de leitura. Confira como foi a nossa jornada:  O tanque de guerra e o ‘soldado literário’

 

2) Biblioteca no Ônibus (Brasília, DF)

Cobrador monta biblioteca em ônibus em Brasília / Uol Educação

Cobrador monta biblioteca em ônibus de Brasília / UOL Educação

Andar de ônibus nas grandes cidades pode ser um tormento. Horas perdidas em meio a congestionamentos e muito, mas muito estresse. Para aliviar esta rotina tão exaustiva para a maioria dos trabalhadores, o cobrador Antônio da Conceição Ferreira, de Brasília, decidiu montar uma biblioteca dentro da lotação, para a felicidade de muitos passageiros. Além de desfrutarem de um bom livro durante o percurso, os usuários do transporte público podem até levar alguns títulos para casa.

 

3) Biblioteca no Camelo (Mongólia)

Biblioteca no camelo

Biblioteca no camelo / Go Help: Photograph

Não é só a água que falta no deserto, mas a magia dos livros também. Assim, pensando nas dificuldades do acesso à leitura de algumas comunidades nômades do deserto de Gobi (Mongólia), foi criada a Biblioteca Móvel Infantil. No projeto, o camelo (olhe como ele até faz pose para a foto!) é utilizado para carregar diversos títulos e fazer a alegria da criançada. Um verdadeiro oásis literário!

4) Barco Biblioteca (Laos)
Barco Biblioteca

Barco Biblioteca / The Guardian

Outro projeto literário que faz sucesso com as crianças é o barco biblioteca. A embarcação, que navega pelos rios Mekong e Ou (Laos), percorre diversas aldeias da região difundindo o hábito da leitura e propondo atividades interativas. Cada barco transporta cerca de 1.000 títulos.

 

5) Bibliotáxi (diversas cidades do Brasil)

Divulgação/Easy Táxi

Easy Táxi / Divulgação

O projeto criado pelo Easy Táxi, em parceria com o portal Catraca Livre e com o apoio de algumas empresas do mercado literário – como o Grupo Saraiva-, segue a lógica de trazer a leitura para aqueles momentos estressantes do trânsito que atingem, principalmente, os moradores das grandes cidades. No Bibliotáxi, presente nos lugares onde o aplicativo opera, o usuário do táxi tem a oportunidade de aproveitar o livro como um companheiro de viagem.

Em maio de 2014, o Vai Lendo entrevistou os organizadores do Bibliotáxi. Gostou? Saiba mais sobre o projeto: Bibliotáxi: conduzindo a leitura

 

6) A47 (México)

A47

A47 / Fotografia: Luis Gallardo Merino

Se você acha que a A47 é apenas uma biblioteca sobre rodas, está muito enganado(a). A Biblioteca Móvel de Arte da Productora, que circula pelos arredores da Cidade do México, apresenta uma arquitetura dinâmica e transparente que interage com os diferentes espaços percorridos. Além disso, ela possui uma plataforma aberta que permite configurar o ambiente para apresentações, palestras, oficinas e workshops.

Para a galera que curte arquitetura ou os meros curiosos, o site Plataforma Arquitectura disponibiliza (em espanhol) os detalhes do projeto da A47.

 

7) Projeto “Esqueça um Livro” ( São Paulo, SP)

Mais de 1.500 livros já foram esquecidos/Divulgação/Facebook

Projeto “Esqueça um Livro” / Divulgação / Facebook

Imagina se uma cidade inteira fosse uma grande biblioteca, onde os leitores cruzassem com os livros enquanto caminham pelas ruas ou pelo metrô. Bacana, não? Esta é a ideia do Esqueça um Livro, baseada no bem-sucedido BookCrossing (EUA). O objetivo do projeto é esquecer livros em lugares estratégicos para que, de forma gratuita, eles possam ser encontrados por leitores ávidos por novas histórias.

O Vai Lendo conversou, em fevereiro de 2014, com Felipe Brandão, jornalista que trouxe a ideia para o Brasil. Não deixe de conferir: Esqueça um livro e faça a diferença

 

8) Bibliopraia (Paraná)

Biblioprais / GOV Paraná

Projeto Bibliopraia – Verão de 2013 / Governo do Paraná

Sol, praia, água de coco… Existe algo melhor para curtir o verão? Talvez. Que tal aproveitar tudo isso na companhia de um bom livro? Pode ser uma ótima combinação, não acha? Melhor ainda é ter uma biblioteca no meio das areias da praia. Pensando nesta mistura, o governo do Paraná desenvolveu, no verão de 2013, o projeto Bibliopraia, permitindo o empréstimo de livros e revistas de forma simples e sem burocracia.

 

9) Cicloteca (Niterói, RJ)

Arquivo pessoal

Cicloteca / Arquivo pessoal Lucas Garcia Nunes

Lucas Garcia Nunes, mestrando em Cultura e Territorialidades da UFF, encontrou nas pesquisas do poeta Mário de Andrade a inspiração para iniciar o projeto Ciclista Aprendiz e, dentro deste trabalho, desenvolveu a Cicloteca. Pedalando pelas ruas de Niterói (RJ), o estudante propõe espalhar os grandes clássicos da literatura e estimular o hábito de ler.

Para saber mais informações sobre o projeto Ciclista Aprendiz, veja a matéria que o Vai Lendo fez com Lucas: Projeto leva livros aos leitores de bicicleta

 

10) Bibliomulas (Venezuela)

Bibliomula /Estantes de libros

Bibliomula  / Estantes de libros

Para fechar a nossa lista, mais um animal que se dedica a propagar o incentivo à leitura: a mula. Projeto da Universidade do Vale do Momboy (localizada no interior da Venezuela), a Biblioteca Itinerantes em Mulas, ou, como carinhosamente é conhecida, Bibliomulas faz sucesso, principalmente com crianças, ao levar diversos títulos a comunidades remotas da região.

As mulas têm conquistado tanto os moradores, que a universidade já prepara os animais para serem transformados em cybermulas, incorporando elementos eletrônicos como laptops e projetores. (BBC Brasil)

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s